Terra Boa

NÃO OCULTEIS A VIDA OCULTA DE JESUS...

08.01.19 | 14:19. Archivado en Espiritualidade

A “vida oculta” coloca em evidência nossas motivações e nossos valores mais profundos. É a importância do não importante. O importante é ser significativo, e não importante! Cuidado com os critérios do mundo: buscar os primeiros lugares, poder, dinheiro, fama, eficácia ocupam o nosso coração, o Evangelho ficou de lado.

Jesus nos ensina, em Nazaré, o valor das coisas pequenas e corriqueiras, quando são feitas com dedicação e carinho.

É uma teologia do trabalho. O fazer, seja qual for sua motivação, é redentor! Não são as coisas que nos fazem importantes, mas nós que fazemos qualquer coisa ser importante!É o sentido que damos à nossa vida e à nossa ação que fazem com que estas sejam significativas ou não. Somos nós que damos significado às coisas e não o contrário!

>> Sigue...


EPIFANIA É IR AO ENCONTRO DO OUTRO... (cf. P. A. Palaoro SJ)

05.01.19 | 12:12. Archivado en Liturgia

Por que é que os homens se deslocam em vez de ficarem quietos”?
Somos seres de travessia. As viagens nunca são apenas exteriores; deslocar-se implica uma mudança de posição, ampliação do olhar, adaptação a realidades e linguagens diferentes que deixam impressões muito profundas.

Toda viagem é uma etapa da descoberta e da construção da própria identidade e do conhecimento do mundo que o cerca. A viagem é capaz de introduzir na vida elementos inéditos que incitam a uma mudança contínua. Nada mais anti-humano que uma vida estabilizada e fechada pelo medo do diferente...

Mais do que viajantes, aos poucos vamos nos descobrindo peregrinos. À medida que caminhamos, a realidade torna-se sempre mais aberta e nós nos enriquecemos muito mais. A peregrinação não tem propriamente um fim: tem uma extraordinária finalidade. No caso dos Magos é o encontro com o “Rei de Israel”.

>> Sigue...


Avaliação do caminhar da Igreja em 2018...

31.12.18 | 02:02. Archivado en Religião

O ano de 2018 chega ao seu fim. Procuremos ver nele aqueles acontecimentos que marcaram, no seu dia, a vida da Igreja, e façamos a nossa avaliação. Eu lembro de alguns, mas você pode destacar também outros:

05 a 21/JAN. Viagem do Papa ao Chile e ao Peru. Foi no início do ano. No Chile a desagradável surpresa de encontrar alguns bispos chilenos acobertadores de um clero pederasta. Foi o início de uma multidão de escândalos na Igreja católica. O Papa não quis tampar o sol com a peneira e os casos vieram escandalosamente a público: Chile, Pensilvânia, Irlanda, Austrália, Espanha...

19/JUN. Criação de 14 novos Cardeais na Basílica de São Pedro, no Vaticano. 14 cardeais procedentes de 11 países. 14 bispos de peso e significado nos países onde atuam. Parece que acabou o carreirismo clerical!

>> Sigue...


FAMILIA: tempo de mística e encontro... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

29.12.18 | 22:01. Archivado en Liturgia

“Jesus desceu então com seus pais para Nazaré...”(Lc 2,51).
Nazaré é a escola do Filho de Maria, rodeado de gente comum, com seu modo pessoal de ser e viver...

Na vida oculta em NazaréJesus se fez um entre tantos, vizinho com os vizinhos, trabalhando com os que trabalhavam, e acolhendo a vida cotidiana em toda sua riqueza e limitação. Ele é “o filho do carpinteiro”.

Jesus aprendeu a ser humano, ouvindo os gritos dos homens e mulheres de seu entorno; não teve que entrar no lugar da exclusão, pois cresceu ali dentro.

Na escola da vida, comum e cotidiana, Jesus também foi aprendiz. Ele nos ensina o valor das coisas cotidianas quando são feitas com dedicação e carinho. Nesta “ocultação”, estava assumindo a condição da imensa maioria dos mortais, daqueles que precisam “ganhar a vida”, porque na vida não encontram seu lar... Aprenderé consequência básica da Encarnação. Lucas diz: Jesus crescia em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e diante dos homens(Lc 2,52). Jesus viveu a vida como um processo lento e progressivo, a partir da própria condição humana no meio do povo e em vista do Reino de Deus.

>> Sigue...


Uma boa notícia: 13 jovens admitidos no nosso Noviciado...

27.12.18 | 12:15. Archivado en Atualidade

O Pe. Provincial dos jesuítas do Brasil admitiu 13 jovens no Noviciado Nossa Senhora da Graça, Feira de Santana/Ba. A entrada será no dia 05/FEV/2019. Eis os seus nomes:

Diego Emanuel Pinheiro Antunes, 24 anos. Natural de Curitiba/PR. Graduado em Odontologia. Fez sua experiência de acompanhamento e discernimento na Comunidade Santo Afonso Rodrigues, em Teresina/PI.

Felipe Bernardini, 21 anos. Natural de Cascavel/PR. Graduado em História. Fez sua experiência de acompanhamento e discernimento na Comunidade Dom Helder Câmara, em Fortaleza/CE.

Gabriel Cavalcante de Oliveira, 20 anos. Natural de Fortaleza/CE. Ensino Médio. Fez sua experiência de acompanhamento e discernimento na Comunidade Dom Helder Câmara em João Pessoa/PB.

Gian Franco Lopes da Silva, 41 anos. Natural de Belo Horizonte/MG. Ensino Médio. Fez sua experiência de acompanhamento e discernimento na Comunidade Antônio Vieira, em Salvador/BA.

>> Sigue...


João de Deus?

27.12.18 | 04:04. Archivado en Atualidade

Alguns anos atrás encontrava-me em Brasília. Um amigo, sabendo que eu era jesuíta e que temos como nosso fundador Santo Inácio de Loyola, me disse:
- Sabe que em Abadiânia tem um médium que diz encarnar Santo Inácio de Loyola?
Fiquei perplexo, pois nossos santos são pouco conhecidos.
- Como assim?

Quem me conhece sabe que sou devoto do meu santo fundador. Assim, pois, numa quarta-feira saímos bem cedo a caminho dessa pequena cidadezinha do planalto goiano.
Chegamos na casa D. Inácio. Pensei: Será que Santo Inácio vai me reconhecer?

Num galpão simples nos encontrávamos mais de 500 pessoas. Como chegamos bem encima da hora, ocupamos cadeiras separadas. Logo percebi que eu estava rodeado por jovens estrangeiros. Um canto católico, preces dirigidas, sermão em português e inglês tudo dirigido por pessoas da Casa...

De repente, um aviso: Por favor, as pessoas que a “entidade” pediu para voltar e fazer um tratamento, fiquem de pé... Muitas pessoas se levantaram. E foram entrando por uma porta estreita... O que haverá detrás daquela porta?

>> Sigue...


Igreja ortodoxa autocéfala da Ucrânia...

26.12.18 | 04:27. Archivado en Religião


É bom conhecer a situação religiosa dos nossos irmãos ortodoxos da Ucrânia (45 milhões de hab.)

A situação que viviam era esdrúxula: A maioria dos ortodoxos ucranianos dependiam do Patriarcado de Moscou, aliado de Putin que tinha invadido parte da Ucrânia... Assim, pois, decidiram constituir a Igreja ortodoxa autocéfala da Ucrânia. Direito que lhes cabia.

A eleição do novo metropolita Epifânio, 39 anos, no dia 15/DEZ, trouxe grande esperança aos ucranianos e uma raiva imensa a Kirill, patriarca de Moscou. No dizer de um ucraniano: foi nossa saída do Egito pós soviético e da escravidão ideológica moscovita...

O desafio, agora, é reconstruir a ortodoxia ucraniana em relações fraternas com todos os patriarcas ortodoxos, também o de Moscou. Por enquanto, Kirill excomungou o Patriarca de Constantinopla, por permitir esta autocefalia e ao metropolita recém eleito de Kiev.

>> Sigue...


NASCIMENTO DE JESUS: Deus se deixa encontrar nas periferias... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

25.12.18 | 04:26. Archivado en Liturgia

Ela o enfaixou e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria... (Lc 2,7)


Natal! Deus “se fez diferente” e vem ao encontro do ser humano como chance de intercâmbio criativo. Deixemo-nos surpreender pelo Deus da vida que rompe esquemas, crenças, legalismos, bolhas...

Deus se encarnou e nasceu pobremente, por isso já não há excluídos para Ele, ninguém fica fora d’Ele. E o lugar principal para a festa é ali onde Ele aparece:onde não há lugar, onde tudo parece esgotar-se e é condenado a crescer em meio às ameaças e às intempéries das situações humanas.

Jesus, em Belém, encontrou o seu lugar nas periferias. A periferia passa a ser terra privilegiada onde nasce o “novo”, por obra do Espírito. Jesus se fez presente no lugar onde se encontravam aqueles que não tinham “lugar”, os “deslocados”, os socialmente rejeitados e que foram a razão de seu amor e do seu cuidado; fez-se solidário com os “sem lugares” e os convidou a caminhar para um novo lugar.

>> Sigue...


4º Domingo de ADVENTO: TEMPO DAS MULHERES... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

22.12.18 | 13:18. Archivado en Liturgia

No mistério da Visitação, uma simples saudação desencadeia uma torrente de comunicação entre duas mulheres grávidas que se enchem de júbilo, enquanto a vida cresce em suas entranhas.

Encontro entre Maria e Isabel, duas mulheres que compartilham um segredo que não são capazes de entrever em toda sua imensidade. E nessa efusão se reconhecem partícipes de uma história que as ultrapassa. Encantadas, agradecidas, maravilhadas, expressam os sentimentos de seu coração no louvor a Deus: “Minh’alma engrandece o Senhor!”

O evangelho da Visitação nos convida a contemplar como Maria saiu de sua casa e empreendeu apressadamente uma viagem. O “fiat” (faça-se!) de Maria a Deus, a colocou sempre a caminho.

>> Sigue...


Papa aos membros da Cúria Romana: A Igreja sairá das tempestades mais bela e purificada...

21.12.18 | 12:14. Archivado en Atualidade

O Papa Francisco recebeu na manhã desta sexta-feira os seus colaboradores da Cúria Romana, para as felicitações de Natal. O Papa fez um longo discurso, falando das mazelas e das alegrias que afligem o trabalho de quem se dedica à Igreja.
Tempestades e furacões. A barca da Igreja viveu este ano momentos difíceis, sendo acometida por tempestades e furacões. Entretanto, a Esposa de Cristo prossegue a sua peregrinação entre alegrias e aflições, entre sucessos e dificuldades, externas e internas...

Muitas são as aflições: migrantes que encontram a morte ou as portas fechadas. Quanto medo e preconceito! Pobreza e miséria! Violência contra os frágeis e contra as mulheres... Guerras declaradas e não declaradas... Nova era de mártires... Contratestemunho e escândalos de alguns ministros da Igreja: A Igreja não poupará esforços fazendo tudo o que for necessário para entregar à justiça toda a pessoa que tenha cometido tais delitos. Infidelidades, pessoas que traem a sua vocação, a sua missão, a sua consagração a Deus e à Igreja e que se escondem por detrás de boas intenções, para apunhalar os seus irmãos e semear joio, divisão e perplexidade...

>> Sigue...


4º Domingo de ADVENTO: TEMPO DAS MULHERES... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

21.12.18 | 04:11. Archivado en Liturgia

No mistério da Visitação, uma simples saudação desencadeia uma torrente de comunicação entre duas mulheres grávidas que se enchem de júbilo, enquanto a vida cresce em suas entranhas.

Encontro entre Maria e Isabel, duas mulheres que compartilham um segredo que não são capazes de entrever em toda sua imensidade. E nessa efusão se reconhecem partícipes de uma história que as ultrapassa. Encantadas, agradecidas, maravilhadas, expressam os sentimentos de seu coração no louvor a Deus: “Minh’alma engrandece o Senhor!”

O evangelho da Visitação nos convida a contemplar como Maria saiu de sua casa e empreendeu apressadamente uma viagem. O “fiat” (faça-se!) de Maria a Deus, a colocou sempre a caminho.

>> Sigue...


2º Domingo do Advento: UMA VOZ QUE PROTESTA E SUBVERTE... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

08.12.18 | 04:06. Archivado en Liturgia

Esta é a voz daquele que grita no deserto... (Lc 3,4)
Em um mundo barulhento não é fácil prestar atenção às vozes carregadas de vida. O excesso de problemas petrificam, por vezes, a nossa própria interioridade. Hoje, o Advento, nos apresenta o estímulo da voz de João Batista que apela a modificar nossas prioridades, e ouvir a voz dos que buscam um outro estilo de vida colocando as pessoas acima de tudo.

Essa foi a missão do profeta João proclamando mudança e abertura à novidade d’Aquele que está chegando. Voz e vida que clamam.

A voz de João grita no deserto, mas ressoa em nosso próprio interior, destravando consciências silenciadas por uma cultura interesseira.

>> Sigue...


Lunes, 21 de enero

BUSCAR

Editado por

Síguenos

Hemeroteca

Enero 2019
LMXJVSD
<<  <   >  >>
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031