Terra Boa

Viagem apostólica do Papa Francisco ao Mianmar e Bangladesh: 26/NOV a 2/DEZ...

26.11.17 | 10:29. Archivado en Religião

Eis o programa oficial da viagem apostólica do Papa Francisco ao Mianmar (ex Birmânia), 54 milhões habitantes de maioria budista, e Bangladesh, 150 milhões de habitantes de maioria muçulmana sunita:

26/NOV (Domingo): 21h40 Partida do Aeroporto de Roma para Rangum

27/NOV (Segunda-feira): 13h30 Chegada a Rangum. Recepção oficial

28/NOV (Terça-feira): 14h00 Partida para Naypyidaw

15h10: Chegada ao Aeroporto de Naypydaw
. Recepção oficial

15h50: Cerimônia de boas-vindas no Palácio Presidencial

16h00: Visita de cortesia ao Presidente

17h15: Encontro com Autoridades, Sociedade civil e Corpo Diplomático

18h20: Partida para Rangum

>> Sigue...


Tendiendo puentes entre la verdad y el amor: ¿Homosexuales cristianos? (José L. Caravias SJ)

24.11.17 | 04:37. Archivado en Religião


Ponencia expuesta en el “I encuentro ecuménico de la diversidad sexual”,

Organizado por “Cristianos Inclusivos del Paraguay”
Asunción 28 de octubre de 2017

Hace unos meses me visitaron en mi casa del bañado dos jóvenes –una lesbiana, el otro gay- que me rogaron que les ayudara a crecer como cristianos. Aunque sufrían serios rechazos, querían seguir a Jesús con honradez. Me gustó su sinceridad. Sentí a Jesús pidiéndome ayudarles. Me conversaron del drama silencioso de tantas personas encerradas en su propio dolor por experimentar una tendencia sexual distinta a la mayoría y de la que no se sienten responsables… A pesar del rechazo de muchos cristianos, -me comentaron- no quieren perder su fe, sino que se esfuerzan por encontrar en la fe en Cristo un motivo de ayuda y esperanza.

El tema es conflictivo, hoy en plena efervescencia. Se han formado dos bloques antagónicos, que desde trincheras fundamentalistas se disparan mutuamente insultos y descalificaciones. Las ideologías se han radicalizados por ambos extremos.

>> Sigue...


Das Catacumbas a Francisco... (cf. Fernando Cyrino)

16.11.17 | 14:11. Archivado en Religião

Não se esqueça dos pobres” sussurrou no ouvido do papa o cardeal Hummes, ao abraçá-lo emocionado após a eleição papal. Francisco, antes de partir para o Conclave, já tinha uma vida simples em Buenos Aires, sendo morador em um anexo da Catedral. Era também conhecido como mero usuário do transporte público, em suas idas e vindas pela cidade e periferias da sua diocese. Quem sabe, por tudo isto, ele nem precisasse daquela lembrança. Fato é que a realidade nos mostra que ele a assumiu de forma clara, a partir já daquele primeiro momento, quando adotou o nome Francisco.

Por que esta lembrança exatamente no dia de hoje? Simplesmente porque celebramos o aniversário do Pacto das Catacumbas. Infelizmente, pouco lembrado. Foi no dia 16/NOV/1965 que, liderados por alguns bispos - dentre eles dois profetas latino-americanos, Helder Câmara do Brasil e Manuel Larrain do Chile – que quarenta e três bispos conciliares assinavam, durante uma Eucaristia no interior das Catacumbas romanas de Santa Domitila, o Pacto que, por conta desse local, ganhou tal nome.

>> Sigue...


FINADOS: A SABEDORIA DE FAZER-SE PRESENTE DIANTE DA MORTE... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

02.11.17 | 05:48. Archivado en Religião

“Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus...” (Mt 5,12)

No dia de Finados, fazemos memória e nos unimos a todas aquelas pessoas cujos rostos estão gravados em nossa mente e coração. E podemos expressar a confiança profunda de que a vida é conduzida secretamente a um Porto de Amor definitivo, e todo pranto, impotência e fragilidade serão abraçados e sanados n’Ele.

Ao falar da morte sempre nos sentimos impotentes, pois ela nos ultrapassa. Sabemos de sua existência, mas muitas vezes nos dá medo. E o medo da morte impede viver adequadamente o presente.

>> Sigue...


Declaração conjunta da Federação Luterana Mundial e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos de 31 de outubro de 2017, ano da comemoração comum da Reforma...

01.11.17 | 18:39. Archivado en Religião


No dia 31 de outubro de 2017, último dia do ano da comemoração ecumênica comum da Reforma, estamos muito agradecidos pelos dons espirituais e teológicos recebidos através da Reforma, comemoração que compartilhamos juntos e com os nossos parceiros ecumênicos do mundo inteiro. Da mesma forma, pedimos perdão pelos nossos fracassos, pelas formas como os cristãos feriram o Corpo do Senhor e se ofenderam uns aos outros durante os 500 anos desde o início da Reforma até hoje.

Nós, luteranos e católicos, estamos profundamente agradecidos pelo caminho ecumênico que percorremos juntos nos últimos 50 anos. Essa peregrinação, apoiada pela nossa oração comum, pelo culto e pelo diálogo ecumênico, redundou na eliminação de preconceitos, em uma maior compreensão mútua e na identificação de acordos teológicos decisivos. Diante de tantas bênçãos recebidas ao longo do caminho, elevamos os nossos corações em louvor ao Deus Trino pela misericórdia recebida.

>> Sigue...


Declaração conjunta da Federação Luterana Mundial e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos de 31 de outubro de 2017, ano da comemoração comum da Reforma...

01.11.17 | 18:39. Archivado en Religião


No dia 31 de outubro de 2017, último dia do ano da comemoração ecumênica comum da Reforma, estamos muito agradecidos pelos dons espirituais e teológicos recebidos através da Reforma, comemoração que compartilhamos juntos e com os nossos parceiros ecumênicos do mundo inteiro. Da mesma forma, pedimos perdão pelos nossos fracassos, pelas formas como os cristãos feriram o Corpo do Senhor e se ofenderam uns aos outros durante os 500 anos desde o início da Reforma até hoje.

Nós, luteranos e católicos, estamos profundamente agradecidos pelo caminho ecumênico que percorremos juntos nos últimos 50 anos. Essa peregrinação, apoiada pela nossa oração comum, pelo culto e pelo diálogo ecumênico, redundou na eliminação de preconceitos, em uma maior compreensão mútua e na identificação de acordos teológicos decisivos. Diante de tantas bênçãos recebidas ao longo do caminho, elevamos os nossos corações em louvor ao Deus Trino pela misericórdia recebida.

>> Sigue...


Diálogo Santa Sé e governo chinês...

16.10.17 | 05:38. Archivado en Religião


Está em andamento silencioso o diálogo entre a Santa Sé e o governo chinês.

O Pe. jesuíta chinês Joseph Shin, 90 anos de idade, tece possíveis avanços neste relacionamento complexo China-Vaticano. O sacerdote, que vive atualmente em Xangai, revela os sentimentos dos católicos chineses e os problemas que a diplomacia deve enfrentar para manter um canal sempre aberto com Pequim, em vista da plena relação.

A leitura que o Pe. Shih faz do Bispo Ma Daquin, auxiliar de Xangai e ordenado em 2012 com o aval do Papa, e acusado de “colaboracionista” por alguns católicos tradicionalistas, é de dialogar fora dos preconceitos que um e outro guardam. Embora esteja atualmente em prisão domiciliar, o bispo Ma Daquin está tentando se aproximar do governo. É importante que a Santa Sé o apoie, e o deixe tentar este caminho tantas vezes falido.

>> Sigue...


Diálogo Santa Sé e governo chinês...

16.10.17 | 05:38. Archivado en Religião


Está em andamento silencioso o diálogo entre a Santa Sé e o governo chinês.

O Pe. jesuíta chinês Joseph Shin, 90 anos de idade, tece possíveis avanços neste relacionamento complexo China-Vaticano. O sacerdote, que vive atualmente em Xangai, revela os sentimentos dos católicos chineses e os problemas que a diplomacia deve enfrentar para manter um canal sempre aberto com Pequim, em vista da plena relação.

A leitura que o Pe. Shih faz do Bispo Ma Daquin, auxiliar de Xangai e ordenado em 2012 com o aval do Papa, e acusado de “colaboracionista” por alguns católicos tradicionalistas, é de dialogar fora dos preconceitos que um e outro guardam. Embora esteja atualmente em prisão domiciliar, o bispo Ma Daquin está tentando se aproximar do governo. É importante que a Santa Sé o apoie, e o deixe tentar este caminho tantas vezes falido.

>> Sigue...


Diálogo Santa Sé e governo chinês...

16.10.17 | 05:38. Archivado en Religião


Está em andamento silencioso o diálogo entre a Santa Sé e o governo chinês.

O Pe. jesuíta chinês Joseph Shin, 90 anos de idade, tece possíveis avanços neste relacionamento complexo China-Vaticano. O sacerdote, que vive atualmente em Xangai, revela os sentimentos dos católicos chineses e os problemas que a diplomacia deve enfrentar para manter um canal sempre aberto com Pequim, em vista da plena relação.

A leitura que o Pe. Shih faz do Bispo Ma Daquin, auxiliar de Xangai e ordenado em 2012 com o aval do Papa, e acusado de “colaboracionista” por alguns católicos tradicionalistas, é de dialogar fora dos preconceitos que um e outro guardam. Embora esteja atualmente em prisão domiciliar, o bispo Ma Daquin está tentando se aproximar do governo. É importante que a Santa Sé o apoie, e o deixe tentar este caminho tantas vezes falido.

>> Sigue...


Não sou o diabo. Sou Exu... (cf. anônimo?)

04.10.17 | 16:24. Archivado en Religião

A ascensão das igrejas pentecostais fez reacender a fama dos olorixás e sobre tudo de Exu. Exu foi demonizado, mas ele não o é. Essa associação fez com que o orixá fosse mal interpretado e compreendido. No Brasil os missionários cristãos relacionaram Exu com o diabo. Já em Cuba, por sua característica de orixá brincalhão e esperto, foi sincretizado com o Menino Jesus.

Certo que o perfil tão humano de Exu foi via fácil para demonizá-lo, numa maneira superficial e ingênua, mas quem o conhece sabe que é um orixá fundamental na cosmovisão afro-religiosa.

É bem verdade que a imagem do malandro carioca combina com Exu, tratado como o “homem das encruzilhadas”, o “rei da noite”, “aquele que nunca dorme”. Essa descrição marginal tem muito a ver com a situação social da população negra, sobretudo os homens negros, na pós-escravidão.

Como meio de sobrevivência, o que sobrou para alguns foi a contravenção, e mesmo aqueles que conseguiram uma sub colocação, seja no trabalho braçal das ruas, seja nas estivas, sofreram com o estigma da criminalidade.

>> Sigue...


São Petrônio, o Papa e os pobres...

03.10.17 | 06:10. Archivado en Religião

São Petrônio (+ 450) foi bispo de Bolonha, e a basílica que leva o seu nome é bela e imensa. E provavelmente, a notícia que agora compartilho vai lhe chocar, e certamente não vai encontrar em muitos outros lugares...

O Papa Francisco visitou Bolonha no dia 1/OUT, e o bispo do lugar convidou a mais de 1.000 pobres a comparecer na basílica-Catedral de São Petrônio, para almoçar com o Papa.

E assim foi feito. Colocaram mesas e cadeiras na nave da enorme basílica para o almoço dos pobres, como pode conferir na fotografia. E o Papa assentou ao redor de uma mesa, e almoçou alegremente com eles...

>> Sigue...


Confusão simbólica e teológica no Vaticano?...

22.09.17 | 04:46. Archivado en Religião

Os tempos que vivemos são confusos e ambíguos, e até as estruturas da Igreja parecem seguir essa modalidade. Você concorda com esse título de “Papa emérito”? Quem teve tamanha ousadia? Alguns teólogos e muitas pessoas de boa vontade pensamos que os títulos, vestimentas e símbolos de Bento XVI causam grande confusão na Igreja, e não deveriam se repetir na história do povo de Deus.

A expressão “Papa emérito” é desconcertante, e os símbolos usados por essa figura também. Não podemos voltar aos tempos de Avignon (1378-1417), quando chegaram a conviver 3 papas ao mesmo tempo, dividindo a Igreja segundo os seus seguidores.

Na Igreja católica há só um Papa, por isso resulta muito estranho o que estamos vendo e vivendo.

Quando um Papa abdica renuncia também aos símbolos pontifícios que usava, e o título deveria ser o de “bispo emérito” de Roma.

>> Sigue...


Sábado, 16 de febrero

BUSCAR

Editado por

Hemeroteca

Febrero 2019
LMXJVSD
<<  <   >  >>
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728