Terra Boa

Cisma na Igreja Ortodoxa...

18.10.18 | 04:30. Archivado en Religião

Aconteceu o que já se previa. O Patriarca Bartolomeu de Constantinopla concedeu a autocefalia (independência de Moscou) à Igreja ortodoxa ucraniana. É um direito que as Igrejas ortodoxas têm, e que após a invasão e apropriação russa da Crimeia e do Leste da Ucrânia depender `religiosamente´ de Moscou parecia uma traição nacional e uma infâmia religiosa.

O Patriarcado de Moscou ficou furioso com esta decisão do Patriarca de Constantinopla e rompeu a comunhão fraterna com Bartolomeu.

Pelo contrário, o Presidente da Ucrânia Poroshenko pulou de alegria, e viu nisso uma autodeterminação também política do seu país em relação à Rússia: Foi uma vitória do bem sobre o mal!

O Patriarcado de Moscou, do qual até agora dependia a igreja de Ucrânia, não reconhecerá essa nova autocefalia, e rompeu a comunhão Eucarística com o Patriarca de Constantinopla. Esta decisão `política´ mais que religiosa é um novo drama para as igrejas ortodoxas.

Na Ucrânia existem agora três igrejas ortodoxas: A Igreja Ortodoxa ainda fiel ao Patriarcado de Moscou, com 11.392 templos; O Patriarcado de Kiev com 3.784 templos que se separou de moscou anos atrás; e a Igreja ortodoxa autocéfala ucraniana que foi reconhecida agora por Constantinopla, com 868 templos.

Eu creio que aos poucos a Igreja ortodoxa autocéfala ucraniana irá absorvendo a maioria dos templos e padres ortodoxos fieis a Moscou.

Eu rezo para que a diversidade enriqueça a unidade, sem precisar de excomungar os diferentes. Num mundo globalizado os cismas estão fora de moda.


Opine sobre la noticia con Facebook
Opine sobre la noticia
Normas de etiqueta en los comentarios
Desde PERIODISTA DIGITAL les animamos a cumplir las siguientes normas de comportamiento en sus comentarios:
  • Evite los insultos, palabras soeces, alusiones sexuales, vulgaridades o groseras simplificaciones
  • No sea gratuitamente ofensivo y menos aún injurioso.
  • Los comentarios deben ser pertinentes. Respete el tema planteado en el artículo o aquellos otros que surjan de forma natural en el curso del debate.
  • En Internet es habitual utilizar apodos o 'nicks' en lugar del propio nombre, pero usurpar el de otro lector es una práctica inaceptable.
  • No escriba en MAYÚSCULAS. En el lenguaje de Internet se interpretan como gritos y dificultan la lectura.
Cualquier comentario que no se atenga a estas normas podrá ser borrado y cualquier comentarista que las rompa habitualmente podrá ver cortado su acceso a los comentarios de PERIODISTA DIGITAL.

caracteres
Comentarios

Aún no hay Comentarios para este post...

    Martes, 20 de noviembre

    BUSCAR

    Editado por

    Síguenos

    Hemeroteca

    Noviembre 2018
    LMXJVSD
    <<  <   >  >>
       1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930