Terra Boa

Vereadora do PSOL, Marielle Franco (*1980) é morta a tiros na Região Central do Rio...

15.03.18 | 18:44. Archivado en Atualidade

Querida Marielle,
Até ontem, sua vida, suas lutas e suas causas eram conhecidas por alguns. Hoje, tendo sido arrancada brutalmente do meio de nós, você, suas lutas e suas causas são apresentadas ao Brasil e ao mundo. Ainda que com o coração cheio de tristeza, cansaço, revolta, indignação... muitos dirão hoje: prazer em conhecê-la, Marielle! É sempre bom conhecer pessoas que viveram com sentido, pessoas que ousaram sonhar quando tudo à sua volta queria conduzir ao pesadelo.

É curioso, mas seu sobrenome já trazia em si um projeto de vida. `Franco´ significa tanta coisa boa:"Leal, sincero; não dissimulado; verdadeiro. Livre de qualquer estorvo; desembaraçado. Que não se sujeita a outros; independente. Livre do pagamento de quaisquer direitos ou tributos; isento. Não constrangido; espontâneo."

Mas quem não aprendeu a ser franco tem geralmente dificuldade com quem o é. O sangue que corria em suas veias, Marielle - esse mesmo sangue injustamente derramado ontem em nosso duro asfalto - associava a sua vida à história de tanta gente negra, pobre e sonhadora: gente que tem lutado há séculos para que a mordaça e as correntes sejam destruídas de uma vez por todas! Toda vida tem desejo de ser franca!

Infelizmente, sua franqueza lhe custou a vida, Marielle! Mas hoje, enfim, você encontrou uma liberdade que não mais lhe será tirada. Olhe por nós, que ainda estamos no caminho: com a força de seus ancestrais, diante do Senhor que liberta todos os povos, rogue para que a dor que sentimos não sufoque nossa frágil esperança: o projeto covarde, violento e dissimulado daqueles que quiseram calar a sua voz não poderá ter a vitória! Rogue para que todas as nossas senzalas do corpo e da alma sejam abertas! Que o Brasil entenda, de uma vez por todas: nossa Casa só será grande quando houver nela espaço para cada um e cada uma de nós!

Marielle, sua voz calada tornou-se uma convocação: uma multidão de "francos" se levantará!

Descanse em Paz, minha irmã!

Pe. Francys Silvestrini SJ

PD. Comunicado do PUC-Rio
A Reitoria da PUC-Rio manifesta sentimento de pesar pelo brutal assassinato da ex-aluna de Ciências Sociais, a Vereadora Marielle Franco, defensora dos direitos humanos dos pobres e marginalizados de nossa cidade. Lamentavelmente este crime ocorre na contramão do tema da Campanha da Fraternidade de 2018 da Igreja Católica do Brasil, que convida todos à superação da violência e à busca de uma cultura de paz. A Universidade estende a sua solidariedade aos seus familiares e amigos, pedindo ao Bom Deus que acolha na pátria celeste esta sua filha que procurou lutar e defender os valores e princípios do Evangelho de Jesus Cristo

Pe. Josafá Carlos de Siqueira SJ
Reitor da PUC-Rio


Opine sobre la noticia con Facebook
Opine sobre la noticia
Normas de etiqueta en los comentarios
Desde PERIODISTA DIGITAL les animamos a cumplir las siguientes normas de comportamiento en sus comentarios:
  • Evite los insultos, palabras soeces, alusiones sexuales, vulgaridades o groseras simplificaciones
  • No sea gratuitamente ofensivo y menos aún injurioso.
  • Los comentarios deben ser pertinentes. Respete el tema planteado en el artículo o aquellos otros que surjan de forma natural en el curso del debate.
  • En Internet es habitual utilizar apodos o 'nicks' en lugar del propio nombre, pero usurpar el de otro lector es una práctica inaceptable.
  • No escriba en MAYÚSCULAS. En el lenguaje de Internet se interpretan como gritos y dificultan la lectura.
Cualquier comentario que no se atenga a estas normas podrá ser borrado y cualquier comentarista que las rompa habitualmente podrá ver cortado su acceso a los comentarios de PERIODISTA DIGITAL.

caracteres
Comentarios

Aún no hay Comentarios para este post...

    Lunes, 16 de julio

    BUSCAR

    Editado por

    Síguenos

    Hemeroteca

    Julio 2018
    LMXJVSD
    <<  <   >  >>
          1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031