Terra Boa

Tradicionalistas contra jesuítas...

21.09.17 | 04:19. Archivado en Atualidade

Declaração do Pe. Matthew F. Malone, SJ
Presidente e editor-chefe da Revista América

No dia 15/SET/2017, o Theological College, o seminário nacional sob os auspícios da Catholic University of America, anunciou sua decisão de rescindir um convite ao Pe. James Martin, SJ, editor-chefe de longa data da revista America, para se dirigir aos professores e estudantes durante a sua próxima celebração das Jornadas Discentes [Alumni Days].

De acordo com uma declaração emitida pela Catholic University, a decisão de rescindir o convite era contrária ao “conselho específico recebido da universidade e da sua liderança”. A decisão do Theological College seguiu o recente cancelamento da presença do Pe. Martin agendada para o jantar anual de investidura da Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém e de uma palestra que ele proferiria para a CAFOD, a agência de caridade católica de desenvolvimento internacional.

O Pe. Martin tinha sido convidado para fazer considerações sobre Jesus e a espiritualidade inaciana em cada um desses fóruns. No entanto, os promotores dos eventos se sentiram obrigados a rescindir seus convites à luz da controvérsia pública em torno do recente livro do Pe. Martin, Building a Bridge: How the Catholic Church and the LGBT Community Can Enter into a Relationship of Respect, Compassion, and Sensitivity [Construindo uma ponte: como a Igreja Católica e a comunidade LGBT podem estabelecer uma relação de respeito, compaixão e sensibilidade].

Depois de ter sido revisado pelo censor librorum, o livro recebeu o necessário imprimi potest do superior jesuíta do Pe. Martin, o Pe. John J. Cecero, SJ. Building a Bridge recebeu recomendações públicas do cardeal Joseph Tobin, de Newark, Nova Jersey; do arcebispo John Wester, de Santa Fe, Novo México; do bispo de San Diego, Robert McElroy; de Dom John Stowe, bispo de Lexington, Kentucky; e do cardeal Kevin Farrell, prefeito do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida do Vaticano. Como os superiores jesuítas do Pe. Martin observam em um comunicado divulgado hoje (ver abaixo), Building a Bridge “é uma importante publicação para a nossa Igreja e para o povo de Deus”.

A maioria dos leitores e comentaristas acolheram o livro, embora alguns tenham levantado questões sobre a sua tese. Na maioria dos casos, a crítica tem sido inteligente e caritativa. Alguns elementos da Igreja estadunidense, no entanto, tomaram a iniciativa de organizar uma campanha por conta própria, não apenas contra os conteúdos do livro, mas também contra o próprio Pe. Martin.

Nas últimas semanas, o Pe. Martin foi submetido a ataques repetidos e caluniosos nas mídias sociais e na imprensa, envolvendo invectivas que são tão assustadoras quanto tóxicas.

Uma coisa é se envolver em debates espirituosos. Outra coisa é tentar obstruir esses debates através do medo, da desinformação ou da franca censura. A campanha contra o Pe. Martin, travada por uma facção pequena, mas influente, na Igreja dos Estados Unidos, é injustificada, não caritativa e não cristã.

O Pe. Martin é um membro de longa data da equipe editorial da revista America. Ele é um cristão fiel. Alguns podem discordar dos seus pontos de vista, mas você não encontrará um homem mais dedicado a Cristo e à sua Igreja.

Declaração dos Jesuítas dos Estados Unidos e Canadá sobre o novo livro do Pe. James Martin, Building a Bridge

http://jesuits.org - 16 de setembro de 2017 –
O Pe. James Martin, SJ, é um padre fiel, escritor de best-sellers e um membro respeitado da equipe editorial do grupo American Media, dirigido pelos jesuítas.
Seu livro mais recente, Building a Bridge: How the Catholic Church and the LGBT Community Can Enter into a Relationship of Respect, Compassion, and Sensitivity, é uma publicação importante para a nossa Igreja e para o povo de Deus a quem ministramos. Todos os livros do Pe. Martin são escritos com o pleno consentimento dos seus superiores religiosos e em conformidade com as orientações de publicação da Igreja Católica.

Building a Bridge, que foi revisado pelo Censor Librorum da Província do Nordeste dos Estados Unidos da Companhia de Jesus, recebeu um Imprimi Potest do provincial do Pe. Martin, declarando a sua adequação para publicação.

O Pe. Martin é uma voz significativa na nossa Igreja, tanto nos Estados Unidos, quanto em todo o mundo. A sua recente nomeação como consultor da Secretaria para a Comunicação do Vaticano afirma o poder da sua obra, que é um importante instrumento tanto para a pregação do Evangelho quanto para a evangelização.

Pe. John Cecero, SJ
Provincial da Província do Nordeste dos Estados Unidos

Pe. Timothy Kesicki, SJ
Presidente da Conferência Jesuíta do Canadá e dos EUA

E você o que pensa?


Opine sobre la noticia con Facebook
Opine sobre la noticia
Normas de etiqueta en los comentarios
Desde PERIODISTA DIGITAL les animamos a cumplir las siguientes normas de comportamiento en sus comentarios:
  • Evite los insultos, palabras soeces, alusiones sexuales, vulgaridades o groseras simplificaciones
  • No sea gratuitamente ofensivo y menos aún injurioso.
  • Los comentarios deben ser pertinentes. Respete el tema planteado en el artículo o aquellos otros que surjan de forma natural en el curso del debate.
  • En Internet es habitual utilizar apodos o 'nicks' en lugar del propio nombre, pero usurpar el de otro lector es una práctica inaceptable.
  • No escriba en MAYÚSCULAS. En el lenguaje de Internet se interpretan como gritos y dificultan la lectura.
Cualquier comentario que no se atenga a estas normas podrá ser borrado y cualquier comentarista que las rompa habitualmente podrá ver cortado su acceso a los comentarios de PERIODISTA DIGITAL.

caracteres
Comentarios

Aún no hay Comentarios para este post...

    Lunes, 23 de octubre

    BUSCAR

    Editado por

    Síguenos

    Hemeroteca

    Octubre 2017
    LMXJVSD
    <<  <   >  >>
          1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031