Terra Boa

2º Domingo do Advento: UMA VOZ QUE PROTESTA E SUBVERTE... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

08.12.18 | 04:06. Archivado en Liturgia

Esta é a voz daquele que grita no deserto... (Lc 3,4)
Em um mundo barulhento não é fácil prestar atenção às vozes carregadas de vida. O excesso de problemas petrificam, por vezes, a nossa própria interioridade. Hoje, o Advento, nos apresenta o estímulo da voz de João Batista que apela a modificar nossas prioridades, e ouvir a voz dos que buscam um outro estilo de vida colocando as pessoas acima de tudo.

Essa foi a missão do profeta João proclamando mudança e abertura à novidade d’Aquele que está chegando. Voz e vida que clamam.

A voz de João grita no deserto, mas ressoa em nosso próprio interior, destravando consciências silenciadas por uma cultura interesseira.

>> Sigue...


Nota do Cimi sobre as agressões do Presidente eleito contra os Povos Originários do Brasil ...

04.12.18 | 14:33. Archivado en Atualidade

São graves e preocupantes as ideológicas, anacrônicas e recorrentes declarações do presidente eleito sobre os povos originários do Brasil
Bolsonaro insiste em equiparar os povos a animais em zoológicos, o que é, por si só, inaceitável. Ao fazer isso, o presidente eleito sinaliza que os povos podem ser caçados e expulsos por aqueles que têm interesse na exploração dos territórios indígenas e que pensam como ele.

O presidente eleito retoma o discurso integracionista, marca dos governos ditatoriais das décadas de 1960 a 1980. A ideologia do integracionismo deu margem para ações de agentes estatais e privados que resultaram no assassinato de ao menos 8 mil indígenas no período citado, como atesta o Relatório da Comissão Nacional da Verdade.

>> Sigue...


O Retrato de São Francisco Xavier... (Ir. Epifânio Barbosa SJ)

03.12.18 | 04:57. Archivado en Jesuítas

São Francisco Xavier foi fidalgo, cavaleiro, nobre, estudante, penitente, jesuíta, missionário, catequista, herói, desbravador… santo! Esses níveis de competência, encontrados no Padroeiro das Missões, têm muito a ensinar-nos e podem ser lidos como lição perpétua de como a vivência da competência em chave de humildade fará dos cristãos verdadeiros e felizes servidores da missão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

O fidalgo São Francisco Xavier mostra-nos que a família em que nascemos e nos criamos é a base para a construção do caráter reto e da plena moral.

O cavaleiro São Francisco Xavier propicia-nos refletir sobre nossas batalhas diárias, sobre as lutas que travamos a cotidiano para o bem maior e para a felicidade dos que nos cercam.

O nobre São Francisco Xavier propõe-nos um trato com os demais que deve sempre ser marcado por galhardia, alteridade, ânimo e abnegação.

O estudante São Francisco Xavier nos faz perceber que a aprendizagem é coisa de toda a vida e da vida toda.

>> Sigue...


Alteração genética de embriões humanos…

30.11.18 | 12:22. Archivado en Atualidade

Dias atrás acordamos com duas notícias extraordinárias: A alteração genética em duas gêmeas chinesas, Nana e Lulu, e a chegada de uma nave espacial ao planeta Marte. O que tem a ver uma coisa com a outra? Com a ajuda responsável da técnica somos capazes de façanhas fantásticas.

Mas, vamos ao primeiro caso. O cientista chinês He Jiankui (*1984) defendeu seu experimento com embriões humanos viáveis, modificando seus genes para que nascessem resistentes ao AIDS. Sua declaração chocou profundamente a classe acadêmica, e o chamaram de irresponsável.

Modificar o gene CCR5, por onde o vírus da AIDS entra para atacar o sistema imunológico humano, é bizarro e ao mesmo tempo fantástico. O pai era portador do vírus da AIDS… disse o cientista chinês, que utilizou onze embriões em seis tentativas de implantação. As meninas que nasceram passam bem e estão em casa com os pais…

>> Sigue...


1º domingo do Advento: DEUS À VISTA... (Pe. A. Palaoro SJ)

30.11.18 | 04:52. Archivado en Liturgia

Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis...( Lc 21,34)
Com o Advento, começamos um novo ano litúrgico. O ser humano, ferido pela estreiteza da vida, descobre a fragilidade, o medo, a dor, o sem-sentido pelo qual volta a gritar a seu Criador lhe envie um raio de luz, e dirige seus olhar para “Aquele que está à vista”. Queremos reacender nossa esperança, alimentar uma presença inspiradora nesse contexto social no qual vivemos, carregado de trevas e abalos.

O Tempo do Advento tem algo de belo e atraente que mobiliza o nosso coração em direção ao Natal. Tempo tranquilo convidando-nos a sonhar e a viver mais despertos. E os vários personagens que emergem no Advento ativam em nós uma ousada esperança.

O velho Isaías, por exemplo, nos ensina a viver sempre jovens: gritar pela esperança em tempos de sofrimento, e a confiar em dias melhores. Ele diz que somos nós os que devemos dar um colorido especial à vida e que Deus é como um tição fumegante

>> Sigue...


Vergonha! Seis brasileiros concentram a mesma riqueza que a metade da população...

27.11.18 | 04:45. Archivado en Atualidade

Eis os nomes dos que estão convidados por Deus para compartilhar o que tem com a maioria do povo brasileiro:
Jorge Paulo Lemann, 1939, (AB Inbev) com patrimônio líquido de 21,3 bilhões USD /2018;
Joseph Safra, 1938, (Banco Safra) com um patrimônio líquido de 20,1 bilhões USD (2018);
Marcel Hermmann Telles, 1950, (AB Inbev): patrimônio líquido de 10,9 bilhões USD (2018);
Carlos Alberto Sicupira, 1948, (AB Inbev): patrimônio líquido de 9,2 bilhões USD (2018);
Eduardo Saverin, 1982, (Facebook) com um patrimônio líquido de 8,7 bilhões USD (2018);
Ermirio Pereira de Moraes, 1952, (Grupo Votorantim): patrimônio líquido de 2, 3 bilhões USD (2018).

>> Sigue...


REALEZA INTERIOR, NOSSO SER VERDADEIRO... (P. A. Palaoro SJ)

24.11.18 | 12:39. Archivado en Liturgia

Foi o Papa Pio XI, em 1925, que instituiu a festa de Cristo Rei. A Igreja estava perdendo seu prestígio, acossada pela modernidade. Com esta festa, tentou-se recuperar o terreno perdido frente a um mundo secular e descrente: recuperar o reinado de Cristo e de sua Igreja. Confessando Cristo como Rei universal queria-se que também a Igreja participasse já aqui na terra dessa realeza.

A intenção da festa pode até ser boa, mas o título atribuído a Jesus não poderia ser de seu agrado. Na realidade, o que celebramos é um Jesus Servo, que se coloca a serviço dos mais desfavorecidos, sem poder, sem glória e sem pompas.

Podemos conservar o título, mas mudar a maneira de entendê-lo; Jesus é “Rei do Universo” quando a paz, o amor e a justiça reinarem em todos os rincões da terra. Portanto, qualquer conotação com o poder e a pompa esvazia a mensagem de Jesus. Uma coroa de ouro na cabeça, um cetro brilhante nas mãos, um manto tecido de brocados e pedras preciosas, são muito mais degradantes que a coroa de espinhos e a cana que os soldados colocaram em suas mãos. Diante de Pilatos, Jesus açoitado e coroado de espinhos, se mostra sereno e revela a plena humanidade de um Rei sem reino e dos desamparados...

>> Sigue...


Amores líquidos?

22.11.18 | 04:34. Archivado en Mensagens

Vivemos um tempo de transição, onde padrões, códigos, regras que antes regiam se desconstruíram. Na modernidade líquida (cf. Bauman), onde nada é sólido ou permanente, a sociedade se enfraquece e cada um é o que pode ser.

Caminhamos e nos relacionamos na neblina, sem ter a certeza de nada! É a fragilização das relações sociais e afetivas. Tudo é frágil, individual e descartável. Não temos mais o hábito de consertar algo que se estragou; a gente troca acompanhando o ritmo alucinante dos acontecimentos; jogamos o objeto fora e o substituímos por outro novo. O importante não é o produto funcionar, mas o poder escolher, comprar e possuir um outro novo e atual.

Este modelo, onde tudo se tem, mas nada se retém, foi transferido para as relações afetivas. Com o auxílio das redes sociais e aplicativos, cada vez mais se escolhem as pessoas ‘pela capa’ ou sexo; e depois, se encontramos algo que nos desagrade, basta desconectar, bloquear, e trocar por um outro. Vivem-se diversas identidades em momentos diferentes. E assim, constantemente.

>> Sigue...


Víctimas de la dictadura militar argentina, a los altares… (P. Juan Carlos Rengucci PSSC)

19.11.18 | 04:48. Archivado en Religião

Las derechas van trinar con la beatificación de don Angelelli… (Papa Francisco)

Nos encontramos con la grata noticia que Monseñor Enrique Angelelli será beatificado no início do próximo ano. O Papa Francisco aprobó el decreto con el cual reconoce su martirio “en odio a la fe”. El cual lo elevará a los altares junto a sus compañeros de la diócesis de La Rioja: los sacerdotes Carlos Murias y Gabriel Longueville, el laico Wenceslao Pedernera. Todos ellos asesinados en la época de gran represión militar argentina que fue la última dictadura militar (1976-1983)

>> Sigue...


Carta del P. General sobre la causa de beatificación del P. Pedro Arrupe...

14.11.18 | 12:56. Archivado en Jesuítas


Queridos hermanos:

Tengo la alegría de comunicar a todo el cuerpo religioso y apostólico de la Compañía de Jesús que ha comenzado oficialmente el proceso hacia una posible beatificación del P. Pedro Arrupe, 28º Superior General de la Compañía de Jesús. Desde ahora, por tanto, ya es considerado “Siervo de Dios”. La causa se ha puesto en marcha en el Vicariato de Roma, lugar de su muerte. Después de haberlo orado y considerado atentamente, la Compañía ha pedido el inicio de este discernimiento eclesial sobre la heroicidad de sus virtudes.

Durante los últimos meses, al informar sobre esta intención en diversos lugares a los que he viajado, he podido comprobar personalmente lo vivo que se encuentra el recuerdo y el legado del P. Arrupe. Elocuentes e incluso emotivas cartas postulatorias recibidas de todo el mundo confirman este deseo presente en diversos sectores de la Iglesia, donde se reconoce su fama de santidad; una fama espontánea, estable y continua.

>> Sigue...


32ª DTC: AS MOEDAS DO CORAÇÃO NÃO FAZEM RUÍDO... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

10.11.18 | 04:02. Archivado en Liturgia


Embora o relato deste domingo se reduz a poucos versículos, tem uma profundidade enorme. É o melhor resumo do evangelho: toda a parafernália religiosa externa não tem nenhum valor espiritual; o único que importa é o interior de cada pessoa.

Vivemos a cultura da superficialidade e da aparência e perdemos o caminho do coração; carecemos de interioridade, carecemos de humanidade.

Este simples relato deixa clara a crítica de Jesus à religião de seu tempo (e a de todos os tempos). N’Ele destaca-se a diferença entre o cumprimento de normas e a vivência interior, entre os ritos e a experiência de Deus. Ainda não aprendemos a lição. Hoje continuamos dando mais importância ao externo que a uma atitude interior. Nós mesmos continuamos dependentes da vaidade e da aparência e não da atitude vital, de onde flui nossa vida.

>> Sigue...


San Romero de América... (cf. Pe. Juan Carlos Rengucci PSSC)

07.11.18 | 12:18. Archivado en Religião

...Si denuncio y condeno la injusticia es porque es mi obligación como pastor de un pueblo oprimido y humillado (D. Romero)

El legado romeriano que dejó como servicio a la Iglesia estuvo guiado siempre por el Evangelio y en las opciones pastorales enraizadas en la fe cristiana, tomadas de varias fuentes doctrinales, donde encontró criterios fundamentales para decir que la Iglesia no vive para si misma, sino encarnada en medio de su pueblo.

A San Romero de América, en su época, la realidad le hizo de contexto en los años de su ministerio y a pesar de los varios componentes, como lo fueron la conservadora estructura eclesial, el también conservador entorno social que rodeaba al arzobispado de San Salvador, un clero y un laicado comprometidos con las exigencias de justicia, y un país sumido en la pobreza y la violencia. Todas estas realidades fueron una constante interpelación para San Romero, y lo obligaron a hacer que su postura fuera cada vez más cercana a la realidad de su país y a su relación con el Dios de Jesús. El aceptar el desafío de romper con la dicotomía entre mundo e Iglesia dio lugar a una amplia actuación con muchas facetas, interpretaciones y reflexiones para poder dejar de ser una Iglesia encerrada en si misma y en teorías doctrinales.

>> Sigue...


Martes, 11 de diciembre

BUSCAR

Editado por

Síguenos

Hemeroteca

Diciembre 2018
LMXJVSD
<<  <   >  >>
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31