Terra Boa

Maria Martha Serra Lima (1945-2017)...

18.11.17 | 21:46. Archivado en Acerca del autor

Dias atrás soube do falecimento de minha prima segunda Maria Martha (+2/NOV/2017). O que tem de especial esta mulher, além do parentesco? Quase nada. Nascida em Buenos Aires, mulher forte, mais de 150 quilos, 3 casamentos (o primeiro marido falecido), 2 filhos, boa mãe, artista, cantora romântica de boleros...

Por que lembrá-la? Por que a pesar de tudo foi uma mulher vencedora. Nesse mundo dos artistas, onde a beleza, competição e inveja pululam esta mulher soube encontrar seu espaço e vencer elegantemente com a voz que Deus lhe deu.

Maria Martha foi uma excelente cantora; brilhou e ganhou fama não só no seu país, Argentina, como também no México, Puerto Rico, Chile... Foi aplaudida e muito querida. Boa mãe; nunca esqueceu dos filhos, e os formou do melhor modo que pode. O moço, Patrick, um excelente fotógrafo em Miami e a menina Cecília entrou nos sendeiros da música, seguindo as pegadas da mãe.

O sobrepeso de Maria Martha prejudicou sua saúde. Fez cirurgia bariátrica, mas não emagreceu tanto quanto queria. Sua estrutura óssea ficou danificada.

Por fim, um câncer no pâncreas a derrubou. Foi enterrada em Miami, onde vivera seus últimos tempos. Rezo por ela, e aplaudo sua beleza.

A música `A mi manera´, a define e, provavelmente nos identifica… Pois, quem não vive como pode e à sua maneira?...

Para ver e ouvir o clip `A mi manera´ buscar no YOUTUBE: Maria Martha Serra Lima A mi manera...


Maria Martha Serra Lima (1945-2017)...

18.11.17 | 21:46. Archivado en Atualidade

Dias atrás soube do falecimento de minha prima segunda Maria Martha (+2/NOV/2017). O que tem de especial esta mulher, além do parentesco? Quase nada. Nascida em Buenos Aires, mulher forte, mais de 150 quilos, 3 casamentos (o primeiro marido falecido), 2 filhos, boa mãe, artista, cantora romântica de boleros...

Por que lembrá-la? Por que a pesar de tudo foi uma mulher vencedora. Nesse mundo dos artistas, onde a beleza, competição e inveja pululam esta mulher soube encontrar seu espaço e vencer elegantemente com a voz que Deus lhe deu.

Maria Martha foi uma excelente cantora; brilhou e ganhou fama não só no seu país, Argentina, como também no México, Puerto Rico, Chile... Foi aplaudida e muito querida. Boa mãe; nunca esqueceu dos filhos, e os formou do melhor modo que pode. O moço, Patrick, um excelente fotógrafo em Miami e a menina Cecília entrou nos sendeiros da música, seguindo as pegadas da mãe.

O sobrepeso de Maria Martha prejudicou sua saúde. Fez cirurgia bariátrica, mas não emagreceu tanto quanto queria. Sua estrutura óssea ficou danificada.

Por fim, um câncer no pâncreas a derrubou. Foi enterrada em Miami, onde vivera seus últimos tempos. Rezo por ela, e aplaudo sua beleza.

A música `A mi manera´, a define e, provavelmente nos identifica… Pois, quem não vive como pode e à sua maneira?...

Para ver e ouvir o clip `A mi manera´ buscar no YOUTUBE: Maria Martha Serra Lima A mi manera...


Das Catacumbas a Francisco... (cf. Fernando Cyrino)

16.11.17 | 14:11. Archivado en Religião

Não se esqueça dos pobres” sussurrou no ouvido do papa o cardeal Hummes, ao abraçá-lo emocionado após a eleição papal. Francisco, antes de partir para o Conclave, já tinha uma vida simples em Buenos Aires, sendo morador em um anexo da Catedral. Era também conhecido como mero usuário do transporte público, em suas idas e vindas pela cidade e periferias da sua diocese. Quem sabe, por tudo isto, ele nem precisasse daquela lembrança. Fato é que a realidade nos mostra que ele a assumiu de forma clara, a partir já daquele primeiro momento, quando adotou o nome Francisco.

Por que esta lembrança exatamente no dia de hoje? Simplesmente porque celebramos o aniversário do Pacto das Catacumbas. Infelizmente, pouco lembrado. Foi no dia 16/NOV/1965 que, liderados por alguns bispos - dentre eles dois profetas latino-americanos, Helder Câmara do Brasil e Manuel Larrain do Chile – que quarenta e três bispos conciliares assinavam, durante uma Eucaristia no interior das Catacumbas romanas de Santa Domitila, o Pacto que, por conta desse local, ganhou tal nome.

>> Sigue...


Os 7 pecados capitais dos ultraconservadores... (Fernando Cyrino)

16.11.17 | 05:05. Archivado en Espiritualidade


Conservar é manter, e fazer com que permaneça para o futuro aquilo que parece importante. O que não deve acontecer é que se estacione no passado, agindo como um motorista que dirige com os olhos mirando apenas o retrovisor. Ou como um carro que é provido apenas de freio. O mundo caminha para adiante e não para trás. Deus se coloca sempre à nossa frente, nos convocando a dar mais um passo. A nos dizer para que não tenhamos medo.

Que tal, para ajudar a nossa reflexão, pensarmos nas sete faltas básicas que são cometidas quando nos fechamos completamente ao porvir. Eis aqui os pecados que, nessas horas são passíveis de serem cometidos (dentre muitos outros, claro):

1 – Confundir tradição com tradicionalismo. A tradição vem de Jesus, dos apóstolos e dos padres da Igreja, principalmente. Daí a pegar algo de 400, 500, ou mesmo 100 anos e dizer que se trata de tradição basilar da Igreja, vai uma distância imensa e que não deve ser ultrapassada.

2 – Ficar paralisado pelo medo do futuro. O amanhã sempre é desconhecido, e é normal que amedronte. O que não pode acontecer é permanecer parado, ou mesmo regredir por causa desse temor. Deus afasta o medo..., ensina-nos a canção de Taizé.

>> Sigue...


Inácio de Loyola: da Conversão para a Conversação...

12.11.17 | 04:29. Archivado en Espiritualidade

Vivemos num mundo, onde a experiência e a palavra ocupam lugares privilegiados. Quem consegue expressar sua própria realidade e a realidade que o circunda não só consegue entender o acontecido, mas também, o consegue superar. A Bíblia nos diz que o homem, dando nome às criaturas, ficava senhor delas. Quem é capaz de dar nome às coisas ou acontecimentos possui uma segurança e um conhecimento maior do que aqueles que não o fazem.

Não é só em relação às coisas que a palavra ajuda a nos situar. A palavra é fundamental na inter-relação com os outros seres humanos. É pela palavra que nos revelamos ou nos escondemos. Expressar-se fielmente na verdade, não é fácil. Muitas pessoas não conseguem ultrapassar o nível mínimo de comunicação entre elas, usando o mínimo de expressões, para revelar o mínimo de si próprias. Vivem fechadas e não manifestam, por medos e bloqueios, nada de si mesmas. E assim passam a vida!

A comunicação entre pessoas se dá através de gestos e de palavras, que traduzem e concretizam uma possível prática ou teoria e leva ao crescimento dos inter-locutores. Não é fácil! A separação, quase infinita, que existe entre um "EU" e um "TU" só pode ser superada pelo gesto e pela palavra!

>> Sigue...


32ºDTC: A VIDA SE CONSOME ILUMINANDO... (Cf. Pe. A. Palaoro SJ)

11.11.17 | 04:18. Archivado en Liturgia

As previdentes levaram vasilhas com azeite junto com as lâmpadas...” (Mt 25,4)

Estes últimos domingos do ano litúrgico nos convidam a estar preparados, e viver despertos. Interpretar a parábola deste domingo no sentido de que devemos estar preparados para o dia da morte é falsificar o evangelho. Esperar passivamente uma vinda futura de Jesus não tem sentido, pois Ele já disse a seus discípulos: “Eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo”.

A parábola não está centrada no fim, mas na inutilidade de uma espera que não é acompanhada de uma atitude de amor e de serviço. As lâmpadas devem estar sempre acesas; se esperamos para prepará-las no último momento, perderemos a oportunidade de entrar para a festa de casamento.

A ideia de uma vida futura esvazia a vida presente e a reduz a uma incômoda “sala de espera”. A preocupação pelo “mais além” nos impede assumir o tempo que nos cabe viver. A vida presente tem pleno sentido por si mesma. O que projetamos para o futuro já está acontecendo aqui e agora, e está ao nosso alcances; aqui e agora podemos alcançar nossa plenitude, porque sendo morada de Deus, temos tudo ao alcance da mão.

>> Sigue...


Maria do Carmo D. S, 1924: além da vida e da morte…

03.11.17 | 11:29. Archivado en Atualidade


Maria do Carmo é uma mulher forte vicentina, viúva, esposa por 62 anos, 9 filhos, 18 netos e 7 bisnetos…

A filha mais velha falecida, o segundo empresário católico, a terceira assistente social numa prefeitura, a quarta economista e trabalha no grupo Fé e Luz da Igreja católica, o quinto advogado, a sexta engenheira e messiânica, o sétimo missionário evangélico, o oitavo professor universitário e gay, e a caçula com síndrome de down...

Eis o testemunho desta mineira impressionante doando o seu corpo, ainda em vida, para a UFMG:

Queridos filhos, netos, bisnetos, irmãos, parentes e tantos e tantos amigos de quem tanto gosto.
Quero e preciso lhes contar que estou muito feliz com a decisão de doar o meu corpo.

>> Sigue...


FINADOS: A SABEDORIA DE FAZER-SE PRESENTE DIANTE DA MORTE... (cf. Pe. A. Palaoro SJ)

02.11.17 | 05:48. Archivado en Religião

“Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus...” (Mt 5,12)

No dia de Finados, fazemos memória e nos unimos a todas aquelas pessoas cujos rostos estão gravados em nossa mente e coração. E podemos expressar a confiança profunda de que a vida é conduzida secretamente a um Porto de Amor definitivo, e todo pranto, impotência e fragilidade serão abraçados e sanados n’Ele.

Ao falar da morte sempre nos sentimos impotentes, pois ela nos ultrapassa. Sabemos de sua existência, mas muitas vezes nos dá medo. E o medo da morte impede viver adequadamente o presente.

>> Sigue...


Declaração conjunta da Federação Luterana Mundial e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos de 31 de outubro de 2017, ano da comemoração comum da Reforma...

01.11.17 | 18:39. Archivado en Religião


No dia 31 de outubro de 2017, último dia do ano da comemoração ecumênica comum da Reforma, estamos muito agradecidos pelos dons espirituais e teológicos recebidos através da Reforma, comemoração que compartilhamos juntos e com os nossos parceiros ecumênicos do mundo inteiro. Da mesma forma, pedimos perdão pelos nossos fracassos, pelas formas como os cristãos feriram o Corpo do Senhor e se ofenderam uns aos outros durante os 500 anos desde o início da Reforma até hoje.

Nós, luteranos e católicos, estamos profundamente agradecidos pelo caminho ecumênico que percorremos juntos nos últimos 50 anos. Essa peregrinação, apoiada pela nossa oração comum, pelo culto e pelo diálogo ecumênico, redundou na eliminação de preconceitos, em uma maior compreensão mútua e na identificação de acordos teológicos decisivos. Diante de tantas bênçãos recebidas ao longo do caminho, elevamos os nossos corações em louvor ao Deus Trino pela misericórdia recebida.

>> Sigue...


Declaração conjunta da Federação Luterana Mundial e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos de 31 de outubro de 2017, ano da comemoração comum da Reforma...

01.11.17 | 18:39. Archivado en Religião


No dia 31 de outubro de 2017, último dia do ano da comemoração ecumênica comum da Reforma, estamos muito agradecidos pelos dons espirituais e teológicos recebidos através da Reforma, comemoração que compartilhamos juntos e com os nossos parceiros ecumênicos do mundo inteiro. Da mesma forma, pedimos perdão pelos nossos fracassos, pelas formas como os cristãos feriram o Corpo do Senhor e se ofenderam uns aos outros durante os 500 anos desde o início da Reforma até hoje.

Nós, luteranos e católicos, estamos profundamente agradecidos pelo caminho ecumênico que percorremos juntos nos últimos 50 anos. Essa peregrinação, apoiada pela nossa oração comum, pelo culto e pelo diálogo ecumênico, redundou na eliminação de preconceitos, em uma maior compreensão mútua e na identificação de acordos teológicos decisivos. Diante de tantas bênçãos recebidas ao longo do caminho, elevamos os nossos corações em louvor ao Deus Trino pela misericórdia recebida.

>> Sigue...


Fanatismo de neo-conservadores católicos…

01.11.17 | 18:29. Archivado en Atualidade

Aconteceu em Bruxelas, Bélgica, dias atrás, 28/OUT, quando católicos e protestantes participavam fraternalmente da comemoração ecumênica, pelos 500 anos da Reforma de Lutero...

No meio da celebração, quando o pastor protestante tomava a palavra, um grupo de jovens fanáticos, o interromperam rezando, de joelhos e em alta voz, o Santo Rosário.

Usar de uma oração para atacar os outros é a mesma coisa que gritar `Alá é grande!´ e jogar um caminhão contra um grupo de pessoas. O fanatismo religioso só entra no coração de pessoas mesquinhas.

O cardeal-arcebispo de Malinas-Bruxelas, participava fraternalmente da cerimônia, com a presença de outros líderes religiosos e leigos.

>> Sigue...


Fanatismo de neo-conservadores católicos…

01.11.17 | 18:29. Archivado en Atualidade

Aconteceu em Bruxelas, Bélgica, dias atrás, 28/OUT, quando católicos e protestantes participavam fraternalmente da comemoração ecumênica, pelos 500 anos da Reforma de Lutero...

No meio da celebração, quando o pastor protestante tomava a palavra, um grupo de jovens fanáticos, o interromperam rezando, de joelhos e em alta voz, o Santo Rosário.

Usar de uma oração para atacar os outros é a mesma coisa que gritar `Alá é grande!´ e jogar um caminhão contra um grupo de pessoas. O fanatismo religioso só entra no coração de pessoas mesquinhas.

O cardeal-arcebispo de Malinas-Bruxelas, participava fraternalmente da cerimônia, com a presença de outros líderes religiosos e leigos.

>> Sigue...


Miércoles, 22 de noviembre

BUSCAR

Editado por

Síguenos

Hemeroteca

Noviembre 2017
LMXJVSD
<<  <   >  >>
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930